Dr. Luiz Gustavo - neurocirurgia funcional • dor • estereotaxia

Novidades

Estalar as costas, faz bem a coluna?

Publicado em : 18/12/2017

Esses ruídos atingem na verdade, os pontos de encontro entre dois ossos que conhecemos como articulação, que por sua vez são mantidos presos por tecidos como cápsulas, ligamentos, cartilagens e tendões.

Estalar os dedos, ombros, pé, tornozelos e o pescoço são hábitos comuns e promovem alívio para muitas pessoas. O ato de estalar não faz mal, quando ocorre ocasionalmente ou espontaneamente, mas quando repetido com freqüência e com força na articulação estressam consideravelmente os tendões, cápsulas, cartilagens e ligamentos.

Estalar com freqüência a articulação aumenta a produção de líquidos internos, que pode levar ao engrossamento, lesão, dor e diminuição do movimento articular.

O estresse contínuo nos músculos e articulações pode acelerar as manifestações degenerativas normais e naturais que ocorrem nessa região. Se você sente a necessidade de estalar verifique se ela é motivada pelo desconforto ou dor, manifestação característica de uma disfunção que ocorre nas articulações.

Notícias

Sapatos com laser ajudam pacientes com Parkinson a caminhar

08/01/2018 TecMundo

Envelhecer é sinônimo de sentir dor?

11/12/2017 Blogs A Tribuna

Alimentos que auxiliam no combate as dores

20/11/2017 Sociedade Brasileira para Estudo da Dor

Cuidados pós cirurgia de coluna

13/11/2017 Tua Saúde

Curiosidades sobre o cérebro

06/11/2017 R7

Parkinson e problema na pele

09/10/2017

Pacientes com parkinson podem viajar?

02/10/2017

Dúvidas mais frequentes sobre o parkinson

25/09/2017 Parkinson Hoje

Cuidados com a postura

18/09/2017

Exercícios feitos de mau jeito pode provocar dores na coluna

11/09/2017 Corpo a Corpo
voltar
Dr. Luiz Gustavo - neurocirurgia funcional • dor • estereotaxia