Dr. Luiz Gustavo - neurocirurgia funcional • dor • estereotaxia

Tratamentos

Depressão Refratária

Uma pequena parcela de pacientes com depressão, apresentam um quadro refratário, isto é, não correspondem ao tratamento medicamentoso, nestes casos, outras opções de tratamento devem ser consideradas.

Pacientes com doenças psiquiátricas crônicas, de gravidade considerável, resistentes ao tratamento clínico, podem ser encaminhados para tratamento cirúrgico de Estimulação Cerebral Profunda (DBS), procedimento em que são implantados alguns eletrodos em regiões profundas do cérebro.

A técnica de implante do eletrodo é relativamente simples e amplamente usada por neurocirurgiões funcionais quando operam pacientes com doença de Parkinson. A diferença entre uma operação e outra consiste na escolha do alvo. Na doença de Parkinson o alvo da estimulação, em geral, é a região subtalâmica, enquanto na depressão, o giro cíngulo. Nestes casos o a indicação cirúrgica é realizada pelo médico psiquiatra que acompanha e avalia o caso do paciente.

 

Clique aqui e agende sua consulta. 

voltar
Dr. Luiz Gustavo - neurocirurgia funcional • dor • estereotaxia